# músicas importantes

por ter falado sobre o papel do punk rock na minha adolescência, fiquei com vontade de ir ouvir as músicas que mais ouvia na altura.
depois apercebi-me que *tinha* que as partilhar. estas músicas cresceram comigo.

# the boucing souls | true believers
“I’ve met some people along the way,
Some of them split some of them stay,
Some of them walk some walk on by,
I’ve got a few friends I’ll love till I die
From all of these people I try to learn,
Some of them shine some of them burn,
Some of them rise some of them fall,
For good or bad I’ve known them all
We live our life in our own way,

Never really listened to what they say,
The kind of faith that doesn’t fade away”
We are the true believers

os bouncing souls foram a primeira banda punk rock que vi ao vivo. altura: fim do verão de 2001 (concretamente, 21 de setembro); lugar: o mítico paradise garage.
o concerto inseriu-se nas famosas tours do punk-o-rama e com os bouncing souls vieram bandas cujo nome JÁ NÃO ME LEMBRO. (porque se passaram 11 anos e a memória já não é o que era).
mas lembro-me que foi altamente e que adorei.

#pennywise | nothing
“I asked the teachers who taught me rules
to obey. I asked the gaes and prophets
through time. Came up nothing but
a hole where my faith had laid no
reason, no rite……nothing feels fine tonight

os pennywise são aqueles dinossauros do punk rock da califórnia e que, infelizmente, nunca os vi ao vivo. (apesar deles terem vindo cá no início dos anos 2000, mas por alguma razão não fui :'( )
como já disse antes, vale a pena ouvir o cd “unknown road”, é um bom começo nestas andanças.

# nofx | the brews
Cause hey, we’re the Brews
Sporting anti-swastika tattoos
Oi Oi we’re the boys
Orthodox, hesidic, O.G. Ois

outros monstros dos punk rock e que tive oportunidade de ver ao vivo (no belenenses ainda para mais!) e fiquei com uma palheta do el hefe (aquilo fui super emocionante).
o “punk in drublic” foi dos cds que mais ouvi na vida.
por alguma razão, sabe a verão.

# sublime | date rape
One night in jail it was getting late.
He was butt-raped by a large inmate.
And he screamed, but the guards paid no attention to his cries.
That’s when things got out of control.
The moral of the date rape story,
it does not pay to be drunk and horny.”

os sublime já não são bem a onda punk rock, mais virados para o ska, mas de alguma maneira juntam-se bem a esta crew. (meu deus, “crew”. praí há 12 anos que não dizia esta palavra.).

# rancid | time bomb
well, he’s back in the hole where they got him living
like a rat but he’s smarter than that nine lives
like a cat fifteen years old,take him to the youth authority home
first thing you learn is that you got to make it
in this world alone

o “and out come the wolves” dos rancid (dos queridos lars fredirikson e tim armstrong), foi importante. deu-me a conhecer o ska/punk e a saber como é que afinal o pessoal do ska dançava (tips: knees on the air, jumping up and down)

# propagandhi | less talk, more rock

“We wrote this song because it’s fucking boring to keep spelling out the words that you keep ignoring.”

vi os senhores em 2002 na voz do operário. um pormenor que me recordo bem: o vocalista tinha uns all stars mais do que rotos. o senhor tinha fita cola daquela prateada a segurar os sapatos. now that’s punk rock!

e há tantas outras bandas. mas isso fica para a próxima.

ps – depois de ouvir estas músicas questiono-me porque é que gosto tanto de bon iver.

Advertisements

3 thoughts on “# músicas importantes

    • aha :D e sim luís, tenho que te agradecer todos os cds que me gravaste na altura. ainda tenho os do rancid. com a tua assinatura da altura…!
      ehe

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s